ARTIGO " ESTUDO DA EVASÃO ESCOLAR DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES EM UMA UNIDADE DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DE SANTA CATARINA – SENAI " PUBLICADO NO SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA – SEGET 2013. | Rafael Glavam

ARTIGO ” ESTUDO DA EVASÃO ESCOLAR DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES EM UMA UNIDADE DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DE SANTA CATARINA – SENAI ” PUBLICADO NO SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA – SEGET 2013.

ARTIGO “ENSINO A DISTÂNCIA: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS SOBRE A AUTOAVALIAÇÃO” É PUBLICADO NO SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA – SEGET 2013.
26 de outubro de 2013
PALESTRA EMPREENDEDORISMO E SUSTENTABILIDADE NO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE.
9 de maio de 2014

O Consultor Empresarial, Analista Estratégico e Professor Rafael Bianchini Glavam, em parceria com o Professor Helio Alves da Cruz, publicaram no SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA – SEGET 2013, o artigo ESTUDO DA EVASÃO ESCOLAR DOS CURSOS PROFISSIONALIZANTES EM UMA UNIDADE DO SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL DE SANTA CATARINA – SENAI.

No artigo, os professores apresentam os resultados obtidos junto ao levantamento de dados referentes à evasão escolar nos cursos Profissionalizantes em uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) no estado de Santa Catarina. Cita-se que os crescentes índices de abandono do curso têm preocupado a gestão da unidade, uma vez que estes impactam sobre o resultado financeiro, as metas de conclusão e de quantidade de formando, quantidade de hora/aula ministrada, bem como a sociedade, indústrias locais, o governo, o aluno e sua família a medida que dificulta o acesso a melhores oportunidades de trabalho.

A pesquisa foi realizada levando-se em consideração os dados e informações gerados pela própria unidade em seus procedimentos diários de registro escolar. Toda esta análise foi de extrema importância para entender a situação da unidade e propor melhorias tendo em vista a redução dos índices de abandono escolar da unidade em questão, citam os autores.

O artigo pode ser lido em https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos13/31818288.pdf

Abrir conversa
Precisa de ajuda?
Olá, podemos ajudar?
Powered by